quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Anunciado o vencedor do Passatempo



Tal como prometido, vou hoje anunciar o vencedor do passatempo em comemoração do 45º aniversário de Layne Staley. Felizmente não foi muito difícil de escolhe-lo, não porque as poucas participações que recebi foram muito más e sim porque houveram poucas participações, o que me levou a pensar "Será que exagerei ou será que poucos participaram por falta do chamado 'prémio final'?" - mas isso já não importa.

Parabéns Layne Staley + Recado para 'Fãs'!

image

Aproveito o aniversário do nosso ídolo para dar um recado a certas pessoas... Bem, primeiro que tudo, vou ser completamente sincera, portanto desculpem qualquer palavreado impróprio que eu usar.

O que eu tenho reparado com o passar do tempo, especialmente este ano, é o "tipo de lembrança" que as pessoas têm do Layne Staley e a forma como o descrevem no seu aniversário - data que os fãs deveriam "celebrar" com respeito e de uma forma positiva, e é aí onde está o problema.

Primeiro, vejo em certos sites/páginas no dia do seu aniversário (hoje) citações onde ele fala sobre as drogas, o quanto elas lhe estragaram a vida e sobre a morte... Quero deixar claro que até compreendo a suposta mensagem de "as drogas não prestam, aqui está a testemunha, portanto fiquem longe delas", mas é o aniversário dele, porra - uma data supostamente feliz que celebra o facto de uma pessoa ter aguentado mais um ano de vida neste planeta, e não uma data que relembra temas tristes como as drogas e a morte.

O Layne não merece ser recordado como "o drogado que não conseguiu vencer o próprio vício", para isso já basta a porra das revistas, não? Ele enquanto vivo ensinou aos fãs tantas coisas boas e continua a fazê-lo mesmo estando presente apenas nos nossos corações... e é assim que preferem recordá-lo? Se sim, então vaiam-se foder todos vocês!

Bem, mas isto não é tudo, já cheguei a encontrar imagens de pessoas a preparem drogas e ainda mencionarem o nome dele - coisa que ele sempre odiou e deixou claro que não queria que os fãs usassem drogas por causa dele ou venerassem o seu vício. Sem também me esquecer que certas imagens nem deviam estar na internet: imagens do Layne com mau aspeto -  imagens estas privadas que só a família deveria ter acesso!

"Eu não queria que os fãs pensassem que as drogas são fixes, mas eu ainda tenho fãs que vêm ter comigo e elogiam-me, dizendo que estão drogados. Isso é exatamente o que eu não queria que acontecesse."



image



LS-110

"As drogas não definem quem eu sou, e sim minhas qualidades e o meu talento"

terça-feira, 24 de julho de 2012

Bootlegs: Savage Messiah/Sunshine



"Savage Messiah" é um bootleg de um concerto realizado no dia 15 de Setembro de 1990 (lançado três anos mais tarde) em Los Angeles. Existe também um bootleg chamado "Sunshine" que devido ao ter a mesma descrição do SM, leva-me a crer que é uma versão deste com apenas metade das músicas lá existentes.

Confira o Setlist: 
(versão Savage Messiah)
1. I Don't Care Anymore
2. We Die Young
3. Queen of the Rodeo
4. I Can't Have Your Blues
5. Death Trap
6. Killing Yourself
7. Over the Bridge
8. It Ain't Like That
9. Man in the Box
10. Sea of Sorrow
11. Real Thing
12. Bleed the Freak
13. Put You Down
14. Sunshine
15. We Die Young

(Versão Sunshine)
1. It Ain't Like That
2. Man in the Box
3. Sea of Sorrow
4. Real Thing
5. Bleed the Freak
6. Put You Down
7. Sunshine
8. We Die Young


CONCERTO


DOWNLOAD

terça-feira, 10 de julho de 2012

AIC PT: Passatempo para o 45º Aniversário de Layne Staley

Bem, estive a organizar um passatempo para o 45º aniversário do nosso querido Layne (22 de Agosto). Era para ser em Abril, mas não me lembrei. Pode escolher um ou mais dos tópicos referidos abaixo. O passatempo consiste em:

1) Mandar um texto sobre o quanto inspirador o Layne é para si, acrescentando, quais (no máximo duas) as músicas que ele tenha escrito [confira-as aqui] que você se identifica mais. Se tivesse a chance de lhe dizer algo, o que seria?

2) Mandar qualquer tipo de arte que tenha produzido/escrito (desenho, montagem, poema, etc).

3) [Os menos tímidos poderão] Mandar uma foto de si próprios em que deverá estar escrita (como quiserem) uma dedicatória (à escolha) como por exemplo, "Parabéns Layne Staley, estarás sempre nos nossos corações".

O "material" poderá ser enviado através do email do site (aic-portugal@hotmail.com). Não é obrigatório seguir todos os 'requisitos' referidos (como já referido, pode escolher um ou mais dos tópicos referidos acima). O passatempo que tiver o conteúdo mais rico, explícito e inspirador será publicado no site e na página. O prazo de envio vai até ao dia 21 de Agosto, a dedicatória do vencedor será publicada no dia 22.

"Queres pipocas? Então não deixes as tuas asas serem negadas, VOA!"
- Sim, isto é supostamente para incentivar-vos a participarem no Passatempo. 

terça-feira, 19 de junho de 2012

Glassroots: Músicas Inéditas de Staley são anunciadas



Ao que parece, Alethia Austin, a supervisora musical do filme "Grassroots" - filme de Steven Gyllenhaal onde supostamente seriam incluídas músicas inéditas de Staley na trilha sonora - revelou ao site Grungereport.net o título das mesmas: "Things You Do" e "It's Coming After", músicas estas que já tinham sido anteriormente publicadas online.

"It's Coming After" é uma das parcerias (esta em 1994), entre Layne e a banda Second Coming; "Things You Do" é uma música do ano de 1987, entre Layne, Second Coming e The Aftervibes.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Músicas Inéditas de Staley poderão ser ouvidas no novo filme de Steven Gyllenhaal



Em 'Grassroots', um novo filme [de comédia] do diretor e poeta Steven Gyllenhaal, poderão ser ouvidas duas músicas inéditas de Layne Staley. O filme (que baseia-se basicamente na história política de Seattle) conta com a participação de Jason Biggs (que irá dar a vida a Phil Campbell, um crítico musical desempregado), Joel David Moore (Grant Cogswell), Cobie Smulders (Clair), Christopher McDonald (Tripp) e Tom Arnold (Tommy); o filme sairá este mês, dia 22.

Para saber mais sobre o filme, visite o seu site oficial.

Confira o Trailer abaixo:




NOTA: As músicas já foram anunciadas pela supervisora musical do filme, confira o post aqui.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Setlist; Fotos da banda no concerto benéfico em Los Angeles e Discurso de Cantrell



Como já referido no post anterior, a banda tocou ontem em Los Angeles, Califórnia na companhia de vários músicos, em benefício da associação MusiCares, no Clube Nokia. No concerto, Jerry Cantrell foi homenageado, recebendo assim o prémio Stevie Ray Vaughn pelo seu talento e por ajudar esta associação.

A banda tocou alguns dos seus clássicos, confira o setlist abaixo:

Nutshell (Dedicada a Starr e a Staley)
Your Decision
No Excuses
Got Me Wrong
Would?

(Clique no nome das músicas para ver a banda tocá-las)

No concerto, Jerry Cantrell também falou sobre a sua luta contra as droga e de como ficou limpo por volta de 2003, chegando a mencionar Sean Kinney como o seu melhor amigo, pois foi ele quem o ajudou com o processo de reabilitação. Citando:

"Eu tomei juízo há quase 9 anos atrás, em Los Angeles. O Sean estava fora da minha porta com o meu irmão, então as minhas únicas escolhas eram abrir a porta e ir para a reabilitação ou atirar-me da janela traseira e cair em cima de alguns arbustos. Essa foi a decisão que eu tomei. Felizmente eles tiraram-me dali porque eu não tinha grande escolha para onde fugir, eu era uma espécie de preso, e acabei aqui. Eu não tinha a intenção de chegar até aqui, mas estou muito grato por isso e estou aqui, e levou um monte de pessoas para me ajudarem a chegar até onde estou agora. "

"Atualmente eu tento fazer o que estiver ao meu alcance para não ficar usar drogas outra vez. Isso foi o que contribuiu para eu ser o que sou hoje, eu tento não usar drogas e acordar no dia seguinte e tentar fazer o mesmo."

Para ver as fotos, clique aqui.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

AIC vão tocar amanhã em Los Angeles na companhia de Mark Lanegan

Atui

Fonte: GrungeReport.net

A banda irá tocar amanhã em Los Angeles, Califórnia na companhia de Mark Lanegan, Heart, Billy Idol e Duff McKagan em benefício da associação MusiCares, no Clube Nokia. No concerto, Jerry Cantrell será homenageado, recebendo assim o prémio Stevie Ray Vaughn por ajudar esta associação.

Para comprar os bilhetes, vá ao site oficial da banda.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Rumor: Mark Lanegan será o escolhido para cantar no novo álbum dos Mad Season



Fonte: GrungeReport.net

Mamasan Bren publicou ontem no site PearlJam.com, que conheceu o Mike McCready num concerto dos Flight to Mars em Las Vegas:

De acordo com uma intrevista sobre os Mad Season, o Mike McCready já tem uma ideia de quem será o cantor. (...) Eu acho que é um Lanigan ou Flanigan ou algo parecido, não me consigo lembrar, mas ele disse que está muito confessido que [eles] irão começar a gravar o álbum este ano. Além disso, a o contrato com a Sony para liberar os direitos de algumas das faixas inéditas está definitivamente em andamento.

John postou esta no mesmo site há uma semana:

Bem, eu acabei de falar com Mark Lanegan ontem à noite e eu perguntei-lhe sobre o seu potencial  envolvimento nos próximos projetos dos Mad Season e ele disse "Sim. Eu provavelmente farei algumas coisas com eles". Eu tive que perguntar. Há uma resposta do próprio homem entregue com um sorriso matreiro.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Fotos: Jerry Cantrell no Teatro Paramouth, Seattle [Music Matters]

Music Matters é uma organização formada por músicos e produtores musicais [etc.] cujo objetivo é fazer com que jovens de todas as idades tenham oportunidade de aprender música.

Domingo, dia 13, Cantrell cantou para um evento da Music Matters, no Teatro Paramouth em Seattle. O evento reuniu vários artistas incluindo Stone Gossard, Shawn Smith, Alan White, Vicci Martinez, Leroy Bell, Star Anna, Geoffery Castle e muitos outros. Este evento tinha como objetivo juntar fundos para ajudar a espalhar a música pelas escolas. O lucro ganho, será destinhado para programas de ensino músical nas escolas de Washington, EUA.

Mike McCready fala novamente sobre os Mad Season [e outros projetos]



Mike McCready [guitarrista da banda Pearl Jam e do projeto Mad Season] que já tinha falado sobre os Mad Season numa Segunda-Feira, dia 23 de Abril através de uma entrevista na rádio [confira aqui], voltou a referir ontem, dia 14, [numa entrevista para o site NBC San Diego] que ainda não tinha encontrado um vocalista para lançar um novo álbum no projeto:

"Os Mad Season estão a trabalhar para conseguirem os direitos do Sony para ver se conseguimos relançar o álbum [Above]. Nós temos entre 6 a 13 músicas que gravámos sem o Layne, e estávamos a tentar que aquilo se desenvolvesse, até o Layne morrer.  Esperamos encontrar alguém que tenha calibre o suficiente para cantar o material. Mas isso é só o início."

O guitarrista também falou sobre os Pearl Jam, Temple of the Dog e Flight to Mars.

Fonte: Pearl Jam’s McCready on Inspired "Flight" | NBC San Diego 

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Parabéns Mike Inez

Hoje o nosso querido e sorridente baixista completa 46 anos de vida.

 Parabéns Mike Inez, que vivas muitos mais anos!!

sábado, 12 de maio de 2012

Jerry Cantrell Falou à Rolling Stone sobre o novo Álbum da Banda

jerry cantrell


Fonte [original]: Rollingstone.com


Fonte [do post abaixo]: Grungereport.net


Jerry Cantrell falou à Rolling Stone sobre o quinto álbum de estúdio dos Alice In Chains.


"É hora de começar a trabalhar e o material é muito interessante", diz Cantrell. "Vai ser tão diferente de qualquer outro dos nossos registos já feitos, mas o álbum também vai ser extremamente reconhecível. É um registo dos Alice, com certeza. "


Jerry também afirmou que espera que o novo álbum seja lançado em finais de 2012/inicios de 2013, e que a banda não está apressada. Jerry está a recuperar de uma lesão no ombro, mas só agora é que está capaz de voltar a trabalhar no álbum.


Ele também falou [à Rolling Stone] sobre a entrega do prêmio Stevie Ray Vaughn ainda este mês pelo MAPA/ MusiCares, ele disse que está muito honrado, afirmando: "Eu não sou modelo de ninguém ", diz ele. É muita pressão: "Toda gente é humana, têm defeitos, caem. É apenas um facto de vida. E muita gente levanta-se, depois de voltar a cair. Algumas pessoas não têm essa chance. A minha banda tem sido um exemplo cruel de que -. O que acontece quando não consegues lidar com isso "

sábado, 28 de abril de 2012

Citação da Semana: Nancy McCallum



Ele veio até mim, e os olhos dele estavam cheios de lágrimas. Ele olhou para mim e disse: "Mãe, eu vou ser uma estrela." Eu coloquei as minhas mãos nos seus ombros e olhei para ele diretamente nos olhos. Eu queria que ele seguisse o seu sonho, então disse-lhe: "Vá em frente, querido. Alguém tem de o fazer." Eu teria dito a mesma coisa se ele quisesse ser um carpinteiro ou qualquer outra coisa. Estava no seu coração. Eu era tão ingénua. Se eu tivesse alguma ideia de como era a indústria do entretenimento, e o que iria acontecer com ele ... eu não o teria deixado ir."

Mike McCready anuncia em entrevista a possibilidade de os Mad Season voltarem à ativa

http://carolucky.tumblr.com/post/800368787/mad-season-ftw


Fonte: GrungeReport.net

Nesta Segunda-Feira, dia 23, Mike McCready, o guitarrista do projeto Mad Season [e da banda Pearl Jam] anunciou numa entrevista via rádio que os Mad Season estão a pensar relançar o álbum "Above" [primeiro e único álbum de estúdio gravado pelo projeto]. O guitarrista também possibilitou o lançamento de um novo álbum ao vivo assim como um [novo] álbum de estúdio e de material inédito.

McCready, Barret e Martin estavam a gravar canções instrumentais em 1997 para o segundo álbum, mas Mark Lanegan e Staley não quiseram completá-las. Existem 12 faixas incompletas sem vocais, cujas McCready ainda está a tentar encontrar um cantor para as gravar.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Johnny Bacolas: "O Layne era original e acho que isso é o que era o mais interessante nele. Ele tinha uma voz muito distinta."

Novo artigo de David de Sola, jornalista que já todos nós conhecemos devido a outros artigos jornalísticos escritos sobre a banda, anteriormente publicados:


Alice in Chains após a morte de Parrott e o livro pobre de John Brandon e de Adriana Rúbio
Liz, irmã de Layne, diz a verdade sobre o livro de Rúbio

Este novo artigo foi publicado no site The Atlantic e descreve o processo de criação do álbum Dirt, contando com 'relatos' do produtor do álbum David Jerden e do engenheiro Bryan Carlstrom. Descreve também os primeiros passos musicais dados por Staley, contando ainda com relatos do amigo Johnny Bacolas e James Bergstrom, ambos seus companheiros na banda Sleze.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Mãe de Staley fala sobre o filho no 10º Aniversário da sua Morte



Nancy McCallum, que perdeu o filho Layne Staley há dez anos [a partir de hoje] e que desde a sua morte tem ajudado individuos com o mesmo problema em sua homenagem, falou hoje por via telefónica num programa de televisão chamado 'Project 9-6-1'. A entrevista foi realizada por Kidd Chris. Confira-a...

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Remembering Layne Staley P/ 4: "Lollapalooza"



Quarta e antepenúltima parte do artigo escrito e produzido por  David Bronstein e Brett Buchanan. Esta parte do artigo fala sobre o festival Lollapalooza e conta com relatos especiais de Richard Jonckheere [um dos integrantes da banda eletrónica Front 242, cuja Layne era um fã e que também estava presente no festival]

Se não leu a parte anterior do artigo [Sap Sessions], clique aqui.

Fonte: GrungeReport.net

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Remembering Layne Staley P/ 3: "Sap Sessions"

Terceira parte do projeto/artigo escrito por David Bronstein e editado por Brett Buchanan. Este artigo descreve as sessões de gravação do segundo EP da banda. Conta principalmente com relatos do atual engenheiro e co-proprietário do estúdio onde a banda gravou [London Bridge Studios] Jonathan Plum, que descreve Layne como humilde, simpático, talentoso e descontraído e Jerry Cantrell como trabalhador e inspirador. Plum na altura era o único funcionário na época trabalhando principalmente [ainda] como engenheiro e era também responsável pela limpeza.

Fonte: GrungeReport.net

domingo, 1 de abril de 2012

Citação da Semana: Layne Staley




"Eu comecei a desenhar não há muito tempo, e tenho vindo a descobrir que [o desenho] é uma bela forma de expressar sentimentos e emoções numa forma que podem ser vistos, ao invés de tentar imaginar e expressar o mesmo através de palavras e da música. Não me considero bom nisso artisticamente, mas eu estou muito orgulhoso dos meus desenhos. Estou feliz por conseguir mostrar às pessoas o que faço e espero que elas os apreciem da mesma forma que eu os aprecio." (1994)

sábado, 31 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

David Bronstein: Artigo Dividido em 6 Partes em Homenagem a Staley




Fonte: Grungereport.net

O escritor do famoso site GrungeReport.net está a escrever um artigo dividido em seis partes sobre Layne Staley e a banda como comemoração do décimo aniversário da morte sua morte (5 de Abril) chamado "Remembering Layne". A primeira parte foi publicada hoje, confira-a, publicada [traduzida] abaixo. Para ler ou conferir as restantes [partes] traduzidas, veja também abaixo:

2ª Parte - Digressão Clash of the Titans [clique aqui]
3ª Parte - Sap Sessions [clique aqui]
4ª Parte - Lollapalooza [clique aqui]
5ª Parte - Mad Season [ainda não publicado]
6ª Parte - O Concerto Final/The Final Show [ainda não publicado]

segunda-feira, 26 de março de 2012

Primeiro concerto dos AIC deste ano numa homenagem a Cantrell


Fonte: Grungereport.net (22 de Maio de '12)

Jerry Cantrell será homenageado num concerto beneficente pela MusiCares MAP Fund, em Los Angeles no dia 31 de maio de acordo com o Blabbermouth. Ele receberá o prémio Stevie Ray Vaughn, e os Alice In Chains irão tocar. O concerto será realizado no Club Nokia, e esta será primeira apresentação [musical] dos AIC em 2012.


"Pelo que tenho visto, o vício pode ser um risco ocupacional no mundo da música e eu sei em primeira mão que a MusiCares MAP Fund ajuda artistas e membros da comunidade da música a encontrarem os recursos para a recuperação", disse Cantrell. "Eu tenho sido um defensor por muito tempo, e estou orgulhoso por ajudar a conscientizar e levantar fundos para esta organização que pode continuar a salvar vidas." 

segunda-feira, 12 de março de 2012

Citação da Semana: Jerry Cantrell



"Quando eu era criança, eu tinha o livro 'My Book About Me' do Dr. Suess. Eu gostava de preenchê-lo, e na secção sobre o que queres ser quando cresceres, tinha fotos de policiais e bombeiros e outras coisas. O meu dizia 'Estrela de Rock!'."

quinta-feira, 8 de março de 2012

1 ano sem Mike Starr!



Hoje, faz um ano que Mike Starr morreu. O video acima é um pequeno clip que EMP e Nell colocaram no seu memorial privado no dia 20 de Março do ano passado. As minhas condolências para a família Starr, que perderam um grande e talentoso membro da sua família.

Para saber mais sobre Mike Starr, clique aqui.

Para ver imagens do memorial privado do ano passado, clique aqui.

sábado, 3 de março de 2012

Mike Inez irá tocar no Rock n' Roll All Stars, Brasil [21 de Março]

Rock n' Roll All Stars é um projeto que conta com várias estrelas de Rock como Gene Simmons, Matt Sorum, Duff McKagan, Mike Inez e outros. O projeto consiste num conjunto de concertos com os músicos referidos, no Centro e Sul da América entre meados do mês de Março e inícios do mês de Abril. A ideia do projeto foi do próprio Matt Sorum e de Gabe Reed. Para saber mais, leia o documento abaixo:

Imagem

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Mãe de Staley pede que os Objetos [roubados] do filho lhe sejam Entregues



Na semana passada veio a público uma notícia de que um par de óculos de Staley (usados em concertos com os Second Coming, que segundo o vendedor foram obtidos por parte de um amigo próximo do vocalista), uma revista TV Guide com o seu nome e morada (recolhida do seu apartamento) e um anúncio de publicidade de venda do seu apartamento, estavam a ser vendidos no Ebay por 1,800$. Depois da morte de Layne, surgiram rumores que os seus objetos pessoais e da sua ex namorada foram roubados do seu apartamento. Nancy fez questão de esclarecer (há três dias atrás) no blog de David de Sola que "Isto é macabro. As coisas do Layne ainda lhe pertencem, e devem ser devolvidas à sua propriedade, onde os seus pertences são carinhosamente cuidados pela sua família no seu "quarto". Os itens podem ser devolvidos ao PO 63, Mukilteo, WA 98275, sem perguntas.". Depois da ação de venda no Ebay ter acabado ainda não se sabe se os objetos vão ou se já foram devolvidos.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Rumores de que os Alice in Chains já gravaram parte do material para o novo CD



Segundo um leitor (e também comentador) assíduo do site GrungeReport.net, os Alice in Chains já gravaram parte do material para o novo CD que está previsto para este Verão. O administrador do site [Brett], que se deu ao trabalho de "pesquisar" sobre o indivíduo, afirma que o mesmo costuma comentar sempre no seu site e parece de confiança. Seguindo as palavras do comentador *"eles já têm um monte de material gravado... Eu estou associado a um estúdio no qual eles já trabalharam (bastante) nos últimos dois meses".

De acordo com outro comentador (que segundo o próprio trabalha num estúdio em Los Angeles), o indivíduo referido está a mentir, neste momento, "Jerry Cantrell juntou-se a Dave Grohl e Chris Cornell para gravar um álbum tributo a (Ronnie James) Dio" que morreu há quase dois anos de câncro.

Clique aqui para ler a notícia original.

* Há duas semanas atrás, Mike Inez disse que a banda ia entrar em estúdio em breve, portanto, se Mike Inez disse a verdade, os rumores são falsos.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Celebração do Aniversário de Mike Starr via Facebook



Nesta Terça-Feira, dia 21, foi criado um evento público no Facebook a convidar todos os fãs da banda Alice in Chains para estes comemorarem o aniversário (dia 4 de Abril) do seu baixista oficial que morreu no dia 8 de Março de 2011.

Para fazê-lo terá de publicar alguma mensagem, montagem ou video [feita(o) por si] nas páginas/grupos disponíveis na rede social referida - o seu perfil oficial, a sua página pública oficial e no grupo "In Memory of Mike Starr". Por fim, a partir do dia 3 de Abril terá de colocar como foto de perfil (no seu facebook, ou qualquer outra rede social que possa ter), a sua foto preferida de Starr.

Mantenha a sua memória viva, clicando aqui para aceder ao evento.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Citação da Semana: Mark Yarm




"É essa a desvantagem de ter dinheiro: Não há nada que te faça parar de fazê-lo. Quando ficou claro que o Layne tinha um grande problema, a sua manager Susan Silver disse 'Porque é que tu não aproveitas o teu dinheiro para ficar limpo e sair da ilha com a tua namorada e criar arte? Vocês não têm de estar a fazer isto.' Mas eu tenho a certeza  que ele o teria feito. Quando tens o dinheiro, não há limites." - Quando perguntado se achava que a gravidade do vício de Layne e Kurt derivava-se ao facto de eles serem os músicos do Grunge a ganharem mais dinheiro.

Alice In Chains: Tacoma WA, 1989

Capa do DVD
Concerto [completo, abaixo] em Tacoma no dia 14 de Outubro de 1989 que foi transformado em DVD (publicado em Agosto de 2006).

Setlist:


1. We Die Young
2. Sunshine
3. Man in The Box
4. Put You Down
5. I Can't Remember
6. Queen of The Rodeo
7. Social Parasite
8. Sea of Sorrow
9. Love, Hate, Love



[Alice in Chains - Live in Tacoma, WA, USA [Oct. 14, 1989] from Comunidad Alice in Chains Chile on Vimeo.]

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Citação da Semana: Johnny Bacolas




["Everybody Loves Our Town" - Mark Yarm]


"O Music Bank estava aberto 24 horas por dia. Podias ir lá bater à porta às 3 da manhã e o homem que estava encarregue das chaves viria, olhava através de um olho, deixava-te entrar caso estivesses um quarto lá, levava-te para o teu quarto e desbloqueava-o com a chave. 


O Layne [Staley] era um dos homens que estava encarregue das chaves, e ele geralmente trabalhava no turno da noite. O Jerry [Cantrell] estava a viver na nossa sala de congestionamento, então, a meio da noite, o Jerry estaria no escritório com o Layne, a ver televisão com sua guitarra em hishand  e dizia: 'Ei, vê esse riff. Eu tenho essa ideia'. "

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Mike Inez: "Acho que temos o recorde de mais perdas. E tomamos essa medalha com orgulho."


Em dezembro de 2010, Mike Inez fez parte de uma edição especial da revista Revolver - intitulada de "Fallen Heroes of Hard Rock and Metal - Kepping Heaven Heavy" - que apenas foi publicada em inícios de 2011, onde se pode ver na capa, a cara de Staley, assim como de outros heróis do Rock como Freddie Mercury, The Rev, Dio, Dimebag Darrell e Kurt Cobain. Nesta entrevista, Inez recorda Staley como um bom ser humano - um homem verdadeiro, inteligente e talentoso.

Quais são suas melhores lembranças de Layne?
MI: "O Layne era um ser humano verdadeiro, e também um bom homem. Ele nunca tinha segundas intenções. Ele nunca fazia piadas racistas, nunca o ouviu falar merda de ninguém. Ele apoiou desde a outras bandas, como o Lollapalooza, estavam com os Tool, Rage Against The Machine, Fishbone, Dinosaur Jr, Primus e Arrested Development. E no final dessa digressão de seis semanas dos EUA, começámos a tocar uns com os outros. Houve pessoas que vieram connosco e nós fomos com eles. Em seguida, houve a loucura da banda belga industrial chamada Front 242. Eles não falam Inglês muito bem, falavam a sua própria língua. Acontece que eles eram geniais, só que era muito difícil nos relacionar com eles porque eles eram estrangeiros e parecia tudo um circo itinerante. Por algum motivo, o Layne amava aquela banda. Oferecia-se para improvisar com eles, o que era muito fixe. De todas as estrelas do rock -.. Sabes, os Rage Against The Machine e os Tool e todas aquelas bandas de estrelas de rock que tinha - ele queria fazer «jams» com o ato de abertura e fazer aquela música maluca de industrial".

Como é que o Layne lidava com a fama?
MI: "(...) Bem, fomos para os Grammys e foi muito engraçado porque ele não era o tipo de homem que queria ser o centro das atenções. Era do tipo de perfil baixo. Não era o tipo de homem em quem irias reparar, é simplesmente fantástico as suas vibrações de transmissão. Fomos para lá, onde se incluíam pessoas como Robert De Niro, Michael Bolan e Nicolette Sheridan. Todos os famosos e, em seguida, vieram os loucos dos grungers. E não importa quem estava na sala, percebi que toda gente olhava para o Layne. As pessoas não sabiam quem ele era e perguntavam: 'Uau, quem é aquele homem?' Eu tive essa energia e era interessante. Para ele, essas coisas eram estúpidas - todas essas cerimónias de premiação e  ondas de ego típicas de Nova York e Los Angeles. Foi muito divertido. Acabávamos sempre por gravitar em direção a nós próprios e ficávamos a rir. Acho que até agora perdemos oito Grammys. Por isso, será quase como uma decepção quando ganharmos. Acho que temos o recorde de mais perdas. E tomamos essa medalha com orgulho."

Como era trabalhar com o Layne nas canções?
MI: "Ele era óptimo. Uma das primeiras músicas que eu escrevi com ele foi 'A Little Bitter' da trilha sonora de 'O Último Grande Herói". E então, com "Jar Of Flies", as duas músicas que eu escrevi com ele foram 'I Stay Away' e 'Rotten Apple'. Nessas três músicas, o Layne escreveu as melodias. Olhando para trás, tivemos uma química mágica muito especial. Eu sei que muitas bandas dizem isso, mas foi muito bom ver o  Layne a percorrer o seu caminho vocal. Eu era tão diferente. Eu fazia o oposto.  Primeiro fazia as melodias - e esse tipo de coisas. E muitas das melodias soavam desafinadas ou algo do género. Havia uma nota que não encaixava e ele dizia 'Não, espera, espera'. Com isso, nós deixávamos ele fazê-lo. Ele fazia com que a sua voz e as melodias encaixassem de maneira radical. Ele criava a canção de forma coletiva.

Eu sempre pensei que era experimental, a maneira como ele o fazia. Eu nunca soube exatamente o que queria, mas depois ele chegava lá e começava a puxar as coisas para fora. Eu diria que um dos pontos fortes dos Alice In Chains é a nossa forma de escrever, compor todos os lotes de material de uma só vez. Mas no final sabemos o que é bom e o que não presta. Eu acho que é um dos nossos pontos fortes, dizer: 'Ok, isso é porreiro, isso não é suficientemente bom". O Layne era realmente bom no que fazia. E aprendemos a confiar nele. E eu acho que antes de eu chegar, os outros rapazes confiavam nele como vocalista. E, claro, o [guitarrista e vocalista, Jerry] Cantrell é também um grande compositor.

Nós escrevemos, gravámos e produzimos o "Jar Of Flies" em 10 dias entre duas digressões. Então, quando ele ficou em primeiro lugar, não estávamos a acreditar. Mas aquele era o melhor da cena na época. Eu sempre pensei que estarmos quase confinados para irmos para o Pacífico Noroeste, havia oportunidade para que bandas como Soundgarden, Pearl Jam e Nirvana evoluíssem como banda e descobrissem o seu tipo de música antes de estarem dentro do cenário musical. Estarem isolados de Los Angeles e Nova Iorque acho que foi bom para essas bandas.  E cada um desses cantores soarem diferentes um do outro. Verdade seja dita, de todos eles, o Layne era o meu favorito. Ele era uma voz original, uma voz original americana".

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Citação da Semana: Mike Starr




"Para o concerto, nós colocámos um lençol branco na frente do palco e o nosso gerente disse: 'Senhoras e senhores, os Diamond Lie não vão estar aqui esta noite, mas temos para si ... Alice in Chains!'. Podias ver as nossas silhuetas através do lençol, e até ao primeiro trimestre da canção, o lençol caiu, e lá estávamos nós. (...) Era Halloween, estávamos todos  com uns vestidos horríveis dos 70. O Layne tinha um vestido acastanhado, eu tinha um vestido florido. Foi um concerto matador." - No livro 'Everybody Loves Our Town', de Mark Yarm 

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Sap: 20 anos!

File:Alice in Chains Sap.jpg
Por Rocky Schenk
Sap é o segundo EP da banda, formado por cinco canções acústicas (a maior parte escritas por Cantrell, excepto "Love Song" e "Am I Inside" - que foi escrita por Staley), lançado no dia 4 de Fevereiro de 1992, através da gravadora Colombia Records.

"Brother" - Como já referido, é uma das canções (incluídas no EP) que Jerry escreveu. Segundo ele, é sobre a sua relação com o seu irmão (David). Esta (e "Am I Inside") conta(m) com a participação de Ann Wilson nos vocais.

"Got me Wrong"- Também escrita por Cantrell, descreve o fim de um relacionamento com o seu "verdadeiro amor".

"Right Turn" - Desta vez escrita por Staley, conta com a participação de Mark Arm e Chris Cornell, esta foi creditada como "Alice Mudgarden" (Alice in Chains + Mudhoney + Soundgarden).

"Love Song" - Na minha opinião é uma das canções mais estranhas da banda, os integrantes, para além de tocarem os seus instrumentos habituais, tocam também outros instrumentos - Kinney na percussão, piano e megafone; Starr no baixo e guitarra; Cantrell na guitarra, vocais e no baixo e Staley nos vocais e na bateria.

Gravado (em 1991) e produzido pela banda (com a colaboração de Rick Parashar), o álbum foi re-lançado no dia 21 de Março de 1995, quando "Got Me Wrong" tornou-se um éxito. Além do CD, o álbum também foi lançado em vinil de edição limitada dupla junto com Jar of Flies.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

William DuVall: Entrevista exclusiva ao site "Comunidad Alice in Chains Chile" #2

Tal como prometido, o site "Comunidad Alice in Chains Chile" publicou a segunda parte da entrevista. Confira-a traduzida abaixo:

C.AIC.C: Como te sentiste antes de tocar com os Alice in Chains no Chile? Quais eram as tuas expectativas? A interação entre a banda e seus fãs era muito quente, foi uma grande diferença comparado com outras bandas que vieram ao nosso país. 
W.D: "Literalmente, desde o momento em que saímos do avião, fomos recebidos com uma das recepções mais entusiasmantes que já recebemos em todo o mundo. Para qualquer banda, ser esperado no aeroporto, e ter fãs que fazem vigília no hotel durante vários dias na sua primeira visita ao país, faz -te se sentir muito humilde, e é algo surpreendente. Nós amamos o povo do Chile." 


C.AIC.C: Quando vocês estavam no palco a tocar, podíamos ver o Duff McKagan, o Phil Anselmo e o Mike Bordin a aproveitarem o concerto. Tantos amigos! Mais tarde, tocaram "Rooster" com o Duff McKagan. Não se vê isso todos os dias. Isso foi incrível! Podes falar-nos acerca disso? 
W.D.: É uma sensação incrível ter tanto apoio desses músicos espetaculares. É muito especial para mim porque eles eram os homens que eu admirava de longe por muitos anos, comprando seus álbuns e a vê-los na televisão, como toda gente. Agora eu tenho esse respeito da parte deles, o que, por sua vez, é quase inacreditável." 


C.AIC.C: Sobre o vosso concerto no Chile, lembras-te de algum momento em particular? 
W.D.: "No geral, os concertos para mim são do tipo 'eu entro' e 'eu saio'. Normalmente não me lembro muito do que realmente acontece no palco. Mas eu me lembro de momentos com a bandeira chilena, do Cantrell a usar uma camisa com a bandeira, e alguém na multidão que me entregou uma bandeira, que eu segurei no ar. E, claro, lembro-me dos fãs a acenarem de todos os lugares quando fomos para a cidade." 





C.AIC.C: Estás atualmente a trabalhar num projeto cinematográfico chamado "Ancient To Future: The Wisdom Of Milford". Podes dizer-nos do que se trata? 
W.D.: "É a história de um homem que considero um dos maiores génios que vivem no planeta hoje. Milford Graves é um maestro de música, professor e cientista. Ele tem a abordagem mais histórica sobre a vida que já vi. A sua vida inteira é uma obra de arte. E a maneira como funde a música com ciência médica poderia mudar o mundo inteiro. Milford é completamente único. Creio que o seu trabalho e a sua abordagem sobre a vida pode ajudar muita gente. Sinto-me obrigado a expor a um público mais amplo." 


C.AIC.C: Já estavas a trabalhar no documentário "All Alone Together: Neon Christ and Atlanta Hardcore", antes do filme de Milford Graves. Sempre tiveste esse interesse no audiovisual ou é algo que veio de forma natural? 
W.D.: "Eu acho que tive sempre. Quando eu tinha 5 ou 6 anos, antes de me decidir pela música, eu queria ser desenhista. E eu sempre fui um fã de cinema. Mas nunca pensei que iria dirigir ou produzir documentários. Isso já aconteceu por uma 'necessidade'. Milford Graves e Neon Christ/Atlanta Hardcore são duas histórias importantes, que eu acho que precisam de ser contadas. Então é isso que eu estou a fazer. Esse é o tipo de coisa que veio do Punk Rock: se quer algo bem feito, FAÇA VOCÊ MESMO! Não espere por ninguém." 


C.AIC.C: Lembro-me de quando conversámos em Santiago (conversa que levou a esta entrevista), mencionaste que ias entrevistar o Mike Patton (Faith No More) e os membros dos Sonic Youth, para o documentário de Milford Graves. Podes-nos falar sobre isso?
W.D.: "Entrevistei Mike Patton em Santiago e Thurston Moore em São Paulo. Ele foram geniais. Eles são uma combinação rara. Os dois são os principais membros de bandas de rock grandes e famosas e também têm ligações com a comunidade de Jazz Avante Garde. Inclusive eles fizeram performances com o Milford Graves em distintas ocasiões, porque eles souberam, em primeira mão, a poderosa força da natureza que ele é. Eles também entendem o quão importante é um homem como o Milford para a cultura mundial." 


C.AIC.C: Gostavas que os documentários "Ancient To Future: The Wisdom Of Milford" e "All Alone Together: Neon Christ and Atlanta Hardcore" fossem lançados fora dos Estados Unidos, num lugar como o Chile? Aqui muitos festivais de documentários de cinema serão organizados em 2012. Seria ótimo que acontecesse no Chile. 
W.D.: "Certamente seria ótimo! Ambos os filmes, quero que estreiem em todo o mundo. Mas este é o mundo do cinema independente, um negócio totalmente novo, o qual eu estou a aprender. Posso prometer que farei o meu melhor." 


C.AIC.C: O que podes dizer sobre o novo disco do Alice in Chains? Aparentemente será lançado em 2012. 
W.D.: "Vamos ver". 


C.AIC.C: Obrigado por teu tempo William. Finalmente, que mensagem gostaria de enviar a nossa comunidade, ALICE IN CHAINS CHILE... aos nossos amigos? 
W.D.: "Continua a fazer o que estás a fazer. Nós amamos todos os nossos fãs no Chile. A nossa primeira viagem foi uma experiência inesquecível. Esperamos ver todos vocês em breve."

domingo, 29 de janeiro de 2012

William DuVall: Entrevista exclusiva ao site "Comunidad Alice in Chains Chile" #1

O site chileno "Comunidad Alice in Chains Chile", conhecido pelo bom material que publica sobre a banda, conseguiu uma entrevista exclusiva com William DuVall. A entrevista é bastante extensa e detalhada e por essa razão está dividida em duas partes. Segundo o site, a segunda parte será publicada hoje, às nove da noite - fuso horário do Chile; à meia noite - fuso horário de Portugal. Nesta  primeira parte DuVall fala um pouco sobre a sua infância [gostos musicais, influências], a morte de Layne Staley, os seus projetos musicais e a sua relação com Cantrell.

C.AIC.C (Comunidad Alice in Chains Chile)
W.D (William DuVall)

sábado, 28 de janeiro de 2012

Citação da Semana: Jerry Cantrell





"Eu poderia ter feito mais para ajudar o Layne? Acho que não.
Eu acho que nos preocupamos muito uns com os outros e lidamos uns com os outros de uma forma realista, mas nós éramos homens crescidos na época e tu vives a tua vida da maneira que lidas com ela. Então eu não acho que havia alguma coisa que alguém pudesse ter feito. Ele fez uma escolha e ficou preso nela, e isso não correu muito bem, obviamente." - Sobre o Layne, no livro "Everybody Loves our Town", de Mark Yarm.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Jar Of Flies: 18 anos!



"Jar Of Flies" é um EP da banda que foi lançado no dia 25 de Janeiro de 1994 pela gravadora Colombia Records. Depois da tour de 1993 em Lollapalooza, a banda voltou para o estúdio em Setembro, já na companhia de Mike Inez e gravou o EP em London Bridge Studio, em apenas uma semana. O álbum contém os éxitos "No Excuses" e "I Stay Away" e foi praticamente escrito por Staley, excepto as músicas "Don't Follow", "No Excuses" e a instrumental "Whale and Wasp". O álbum foi um éxito em termos de vendas (com 4 milhões de cópias vendidas em todo o mundo) e foi nomeado 2 vezes em primeiro lugar.



Segundo Layne Staley o nome do álbum foi baseado numa experiencia que Jerry Cantrell teve no liceu - "Eles deram-lhe dois jarros cheios de moscas. Um dos jarros eles superalimentaram, e o outro jarro eles subalimentaram. Aquele que eles superalimentaram floresceu por um tempo, então todas as moscas morreram pela superpopulação. Aquele que eles subalimentaram teve a maior parte das suas moscas vivas o ano todo. Eu acho que há uma mensagem nisso num certo sentido. Evidentemente essa experiência teve um grande impacto no Jerry.".

Os temas principais do álbum são - drogas, amor e relacionamentos. "No Excuses" explica a frustração de Cantrell com Staley e o seu vício.

domingo, 22 de janeiro de 2012

AVISO: PIPA e SOPA


Como todos já devem saber, entraram em ativa dois projetos nos Estados Unidos - SOPA e PIPA. Estes dois projetos consistem em combater o tráfico online, mais especificamente, qualquer tráfego que permita partilha de ficheiros - Downloads e Redes sociais. Com isto, o Megaupload foi fechado [contudo, já há um novo endereço para o site que está a ser trabalhado e no futuro, talvez o site entre de novo em ativa] e outros sites famosos como Mediafire, Torrentz e Megavideo estão a ser vigiados, inclusive algumas páginas de download destes sites, já foram eliminadas. Se estes projetos/estas leis forem aceites, redes sociais/de partilha como o Facebook, Twitter, Tumblr, Yahoo, Youtube etc, serão eliminadas.

Tudo isto para dizer, que graças a estes projetos da treta, alguns álbuns dos Alice in Chains já não se encontram disponíveis para download, já estive a verificar, e é possível que quando clicar em "Download", dependendo do site a página esteja fechada.

Por sorte, o SOPA, liderado por Lamar Smith, já foi retirado da votação, pelo menos por agora. Segundo fontes, Smith não aguentou a pressão e retirou-se. A votação do PIPA também foi adiada indefinidamente, Lamar e o senador Reid acham que a votação não deve ser feita até "as coisas" se acalmarem.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Citação da Semana: Layne Staley


"Agora estou exatamente onde eu sonhava estar. Quando eu era jovem, eu pensava 'ricos e famosos ... toneladas de carros ... um barco ...'. Nós não temos isso. Mas, há dois anos atrás, estávamos a tentar arranjar um algum dinheiro para um 7-Eleven hot dog. Agora vamos pagar as nossas contas e obter um certo grau de reconhecimento." - Na revista "Circus Magazine", 1992

sábado, 14 de janeiro de 2012

Citação da Semana: Jerry Cantrell

Concerto em Tweeter Center em Mansfield, MA | 
© EmpireLounge.com
"É um álbum escuro, mas não é para ser chato. Aquelas cinco canções de "Junkhead" para "Angry Chair", estão em sequência, porque contam uma história. Ela começa com uma atitude muito jovem, ingénua em 'Junkhead ", de como as drogas são grandes, o sexo é bom e 'rock and roll, yeah!'. Em seguida, à medida que há uma progressão, há um pouco da realização do que se trata... e não é isso que se trata." - Sobre "Dirt" no livro "Everybody loves our Town".

Objectos para o projecto Alice in Chains & Friends Fantasy Football League C. A. lançados hoje!

Objectos doados por Jerry Cantrell: Uma J&L autografada, umas calças, um cinto e um
casaco feitos à mão, usados por ele numa tour.
Fonte. [clique]

"O [projeto] Alice in Chains & Friends Fantasy Football League lançou o seu terceiro leilão beneficente anual no eBay esta manhã. O leilão de dez dias de duração inclui itens colecionáveis ​​doados pelos participantes da liga, tais como umas jeans pretas, um casaco e cintos feitos à mão, usados por Jerry Cantrell durante a tour dos Alice in Chains com os Black Diamond Skye; uma luva usada e autografada pessoalmente por Randy Wolf ; um script Mad Men assinado pelo elenco do show e muito mais. O dinheiro obtido com o leilão será doado para uma instituição de caridade escolhida pelo vencedor William DuVal - Boys and Girls Clubs of America - uma organização que oferece recreação e companheirismo para melhorar o desenvolvimento de crianças que de outra forma ficam em casa sem a supervisão de adultos.

Clique aqui, para ouvir William DuVall a discutir sobre os objectos de doação escolhidos.

Para contribuir para uma grande causa [ou apenas ver os restantes objectos que estão disponíveis para serem doados], clique aqui."

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

"[...] Temos escrito sempre", diz Jerry Cantrell à Rolling Stone

Jerry Cantrell
Dimebag Bash em the Key Club em Hollywood | © Tom Stone

Fonte.

"Os Alice in Chains regressaram da gravação do enorme sucesso de 2009 com Black Gives Way to Blue. O primeiro álbum da banda com o novo vocalista William Duvall, estreou no Top 10 da Billboard Top 200 e marcou múltiplas indicações ao Grammy.

Agora a banda está a trabalhar em follow-up, diz o guitarrista/vocalista Jerry Cantrell à Rolling Stone. "Nós começámos a escrever no ano passado", disse-nos Cantrell quando nós o seguimos até ao memorial  Dimebash em Los Angeles, o concerto anual em honra do guitarrista "Dimebag" Darrell Abbott.

A banda planeia ir para o estúdio no início deste ano, de acordo com Cantrell. A ruptura entre os registros não era originalmente destinada a durar três anos, mas Cantrell teve que lidar com alguns problemas médicos:. "Eu tive uma cirurgia no ombro, eu tive de tirar alguma esporas no osso e cartilagem rasgada, de modo a que me atrasou um pouco", diz ele. "Mas temos escrito sempre"

domingo, 8 de janeiro de 2012

Citação da Semana: Sean Kinney

© Marty Temme
"Quando o Layne morreu, eu fiquei de coração partido e ainda estou. Cada dia que passa, tu acordas e tens esperança de que isso será uma coisa com que lidarás mais facilmente, mas nunca é. Eu gostaria de ter feito alguma coisa em vez de tê-lo deixado perder a sua vida." - Sobre o Layne Staley

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Liz, irmã de Layne diz a verdade sobre o livro de Rúbio


O nome David de Sola para nós já não é desconhecido. Mais conhecido agora pelos fãs dos Alice in Chains pelo artigo jornalístico postado no seu blog sobre os podres de John Brandon e de Adriana Rubio [clique aqui] que ele mesmo escreveu com base nas suas pesquisas e contatos pessoais, o jornalista entrou novamente em ação, desta vez publicando um email oficial de Liz, uma das irmãs de Layne Staley, que ele mesmo recebeu.


Fonte.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Sean Kinney e Jerry Cantrell no documentário "Metal Evolution"

74_1
Kinney e Cantrell com Sam Dunn


Fonte: aliceinchainsbr.com.br

"Sean Kinney e Jerry Cantrell concederam uma entrevista ao antropólogo Sam Dunn, famoso por documentários como "Metal: a headbanger's journey", "Metal World" e "Iron Maiden: Flight 666", documentários esses em que dissecava e discutia sobre as raízes do heavy metal, sempre com muitas entrevistas de personalidades do meio.

Dessa vez, a entrevista com os músicos do Alice in Chains é para seu novo documentário, chamado "Metal Evolution", que está sendo produzido e irá ao var no canal VH1, nos Estados Unidos, no próximo sábado, dia 06 de Janeiro.

A entrevista com os dois está prevista para ser exibida no sétimo episódio da série.

Abaixo, confira (...) um trecho legendado de seu primeiro documentário, "A Headbanger's Journey"."

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

domingo, 25 de dezembro de 2011

David de Sola: Alice in Chains após a morte de Parrott e o livro pobre de John Brandon e de Adriana Rúbio

O seguinte artigo, escrito pelo jornalista David de Sola, fala sobre os Alice in Chains após a morte de Demri Parrott. Esclarece também os rumores inventados por John Brandon [escritor da biografia de Mike Starr] sobre os Alice in Chains, Layne Staley e a morte de Demri. O que talvez se destaca mais são excertos da última entrevista de Staley, nunca antes publicados e as últimas horas de vida de Parrott.

Fonte (as imagens foram inseridas por mim).

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Bootleg: Live at The Tabernacle, Atlanta, GA (Feb. 25, 2010)

NOTA: Artigo escrito com alguns detalhes de um post do site Comunidad Alice in Chains Chile.

Concerto realizado em Atlanta - cidade natal de William DuVall e por conseguinte, onde ele formou as [suas] bandas Comes With the Fall e Neon Christ - no dia 25 de Fevereiro de 2010 e é um dos mais recentes bootlegs da banda. Tem um setlist formado por 22 músicas, com uma interpretação especial de "Dazed and Confused", de Jake Holmes (canção que mais tarde a banda Led Zeppelin assumiu separadamente os seus direitos de autor).

Setlist:

1. All Secrets Known
2. It Ain't Like That
3. Again
4. Check My Brain
5. Them Bones
6. Dam That River
7. Rain When I Die
8. Your Decision
9. Got Me Wrong
10. We Die Young
11. Last of My Kind
12. Nutshell
13. Sickman
14. Dazed and Confused / Lesson Learned
15. Acid Bubble
16. Junkhead
17. Angry Chair
18. Man in The Box
19. Encore
20. Would?
21. Rooster

(arquivo .rar | coloque o código pedido e clique em "Download mais Lento")

terça-feira, 13 de dezembro de 2011



Por motivos pessoais o blog está e estará futuramente desactualizado. Fiz algumas alterações e melhorias a alguns artigos, respondi a emails, comentários, mas não passou disso. Talvez voltarei para a próxima semana. No caso da página do Facebook, poderei ir lá de vez em quando deixar uma foto ou um video, apenas isso. E se caso tudo correr bem, poderei deixar também uma Citação, no fim de semana.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Esclarecimentos: Layne Staley Vs. William DuVall




Tenho recebido comentários e emails com espécies de 'acusações' desde que publiquei o chamado artigo "No Layne No Chains P/2".

1) Eu nunca disse que não dava valor ao Layne, pelo contrário, eu admiro-o e acho-o melhor que o William, apenas escrevi aquele artigo porque estava farta de ler comentários em sites e ter conhecimento de campanhas a insultarem o DuVall, simplesmente acho isso estúpido. O Jerry convidou o Will para fazer parte da banda, ele aceitou e a banda aceita-o.... Fim da história. Querem odiá-lo, odeiem, mas não o culpem pelos restantes membros terem continuado com a banda, mas e depois? A banda é deles, certo?

2) Agora para um Anónino: Ok, o meu blog é público e cada um pode dar a sua opinião, mas uma coisa é dar a sua opinião, outra é insultar. E mais uma coisa, sem querer ofender, o blog também é meu e eu escrevo o que quiser e quando escrevo é com objetivo de dar a minha opinião, não de insultar ninguém.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Citação da Semana: Charles Peterson

Alice In Chains, 1988: “The only time I shot Alice in Chains live was very early on, here at the Central Tavern in 1988. They weren’t part of the Sub Pop scene and not really my cup of tea so to speak. But I love this shot of Layne taken through the hair of their decidedly more heavy metal headbanging audience than the other grunge bands.” - photographer Charles Peterson


"A única vez que eu fotografei os Alice in Chains  foi mesmo no início da sua carreira, aqui em Central Tavern em 1988. Eles não faziam parte da Sub Pop (...) Mas eu adoro esta foto do Layne [foto acima] tirada quando eles tinham o cabelo mais Heavy Metal do que todas as outras bandas Grunge"